Empatia

Sentir o calor de uma paleta de cores quentes
usadas em um quadro
com pinceladas curtas e com movimento de Claude Monet
feito com total habilidade de colorir mesmo sem saber pintar
provocando internamente o estímulo de processos dinâmicos
abundante passagem de gás oxigênio pelos alvéolos
formando uma densidade no parênquima pulmonar
customizando as heterogêneas sensações
em formato de árvore brônquica
com harmoniosas tonalidades de cores dentro de si
alcançando
ponto de ebulição

Anúncios

12 comentários sobre “Empatia

  1. Ola!! Larissa!
    Você transbordou neste poema entre as sensações abstratas e biológicas, não sei onde um termina e outro começa. e assim são os sentimentos. muito bom.
    fiquei curioso pra saber como me encontrou?, pois acabei de publicar o meu primeiro texto . rsrsrs. muito obrigado!

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s